domingo, 16 de novembro de 2008

ANÁLISE DA MOSTRA

Júlio Ferreira fez uma análise muito interessante no Samblog, acerca das apresentações das escolas de samba do grupo especial de Porto Alegre na Mostra de Sambas-Enredo. Confira na íntegra:
.
Acredito que temos na Mostra de Sambas-Enredo um dos espetáculos mais organizados do nosso carnaval. Uma demonstração que a nossa Festa Popular está no caminho certo, na busca daquilo que podemos chamar de visão diferenciada do fazer carnaval em Porto Alegre.
.
Fico feliz em perceber o empenho das escolas para fazer da Mostra de Samba-Enredo uma demonstração de dedicação e superação, em prol da grandeza do espetáculo. Vou me atrever nessa coluna a comentar alguns pontos positivos e negativos que observei quanto jornalista e repórter que faz a cobertura do carnaval de Porto Alegre para os veículos do Grupo RBS.
.
Claro, sempre levando em conta que é apenas uma opinião e não uma verdade absoluta, com certeza. Há de existir divergências das opiniões dos internautas que acompanham o Samblog.
.
Começo pela Tribo Guainazes, que infelizmente, demonstrou descomprometi mento com o espetáculo. Uma apresentação pobre, com falta de componentes, começando pelo interprete. Fantasias antigas e, sem uniformidade, diferentemente da Tribo Comanches, que apesar de pequena, demonstrou organização, mas não cuidou dos detalhes, pois tênis não combina com Índios. Parabéns para o interprete Dodô, como sempre, demonstrou que é um dos melhores interpretes do nosso carnaval.
.
Com relação às escolas, num contexto geral, todas obtiveram méritos. As escolas dentro das possibilidades apresentaram shows, que evidenciaram dois níveis de estrutura nas apresentações.
.
Unidos do Capão demonstrou ser uma escola organizada, bem vestida, com um samba envolvente.
.
Imperadores do samba fez uma boa apresentação, destaque para sintonia da Harmonia com a Bateria do Mestre Brinco e sua madrinha Raquel. Vinicius Machado foi competente, apresentou bem o samba. Acredito que faltou na escola uma melhor preparação para o evento. A escola do povo com o tema do clube do povo, não buscou no apelo popular o diferencial. Faltou a garra de escola multi-campeã. Percebi no show, certa desorganização na apresentação dos destaques.
.
Acadêmicos da Orgia demonstrou que ainda está muito distante daquilo que é necessário para conquistar um título no grupo especial. Apesar de organizada, a escola veio muito simples. Não fez um espetáculo digno de grupo especial. Bom samba. Destaque para a bateria do Mestre Jouber.
.
Embaixadores do Ritimo me preocupa, pois fez uma apresentação complicada. O visual da escola não estava de acordo com o espetáculo. Grupo show com poucos integrantes. Ficou evidente um desacerto com relação á harmonia, apesar da boa afinação do puxador do Farelo. Bateria muito boa, e não poderia ser diferente, pois estava constituída de mestres e batuqueiros de outras escolas. Faltou identificação.
.
Estado Maior da Restinga fez carnaval de chão. A melhor da primeira noite. Destaque para a bateria do mestre Guto, que demonstrou a força da comunidade. Belo desempenho do Puxador Renan. O casal de mestre-sala e porta-bandeira Marcio e Kizzy estão no caminho certo. Eu senti falta no repertório da apresentação, os memoráveis sambas da tricolor da Zona Sul.
.
Acadêmicos de Niterói fez uma boa apresentação, destaque para o mestre Boneco e seus ritimistas, um espetáculo de bateria.
.
Protegidos da Princesa Isabel mostrou um espetáculo aquém do esperado, fantasias simples, grupo show pequeno. Destaque para Lu Astral, que mesmo cantando um samba que, na minha opinião, não é bom, pois peca em letra. Diferentemente dos anos anteriores, que as composições de Tom Astral sempre estiveram entre as melhores do carnaval de Porto Alegre.
.
Na noite de Sábado, Unidos de Vila Isabel abriu as apresentações da mostra de samba enredo. Uma escola competente fez um espetáculo técnico, bem ensaiado. Arizinho e harmonia, mestre Patê e bateria deram conta do recado fazendo um bom trabalho. Destaque para a organização na apresentação do grupo show.
.
Acadêmicos de Gravataí fez um show muito bonito, competente, com organização. Destaque para a estandarte Cristiane Pereira que apresentou o estandarte da escola com maestria.
.
Academia de Samba Praiana me surpreendeu, fez um show alegre, descontraído. Destaque para Sandrinho Gesse que junto com Preto Jóia, comandaram um belo espetáculo. Só lamento o mal trato com a Bandeira da escola junto a Bateria do Mestre Dada, mas acredito que foi apenas um equivoco, nada proposital.
.
União da Vila do IAPI mais uma vez proporcionou um espetáculo de alegria, garra e organização. A coordenação sobe orientar e conduzir muito bem ás apresentações dos destaques, fazendo do show da Vila um dos mais lindos da noite. Destaque para Chiquinho e bateria. Observei problemas com relação á harmonia, mas acredito que foi conseqüência de problemas técnicos. Kaubi se apresentou muito bem.
.
Bambas da Orgia apresentou um show brilhante em termos de fantasia. Grupo show bem vestido, com uniformidade. Destaque para Marcelinho e Michelle casal de mestre-sala e porta-bandeira. Leandro da Águia conduziu bem o samba para o carnaval de 2009, mas o samba não teve a mesma força que teve nas eliminatórias do festival. A homenagem ao Max foi o ponto emocional da apresentação, que estava muito técnica e contida.
.
Imperatriz Dona Leopoldina entrou com garra de escola de comunidade. Alexandre Belo apresentou um ótimo samba, que contagiou e, encantou o público. Destaque para harmonia geral da escola, integrantes cantando o samba na ponta da lingua. Bateria do mestre Estevam mais uma vez se mostra competentíssima.
.
Império da Zona Norte arrancou com visíveis problemas com o som. Sandro Ferraz mais uma vez mostrou toda a versatilidade para conduzir o samba que não demonstrou a mesma força dos ensaios, com a escola apenas cantando o refrão, em harmonia geral ficou devendo. Bateria bem vestida, mas ainda com problemas, aparentemente falta de ensaio. Problema que ao longo do período mestre Marcio contorna tranquilamente. A apresentação do Grupo show foi muito boa, destaque para as fantasias bem acabadas. Apesar do deslize e da queda, Débora e Adilson contagiaram. Isabel e Alexandre bem vestidos fizeram ótima apresentação.
.
Num todo a Mostra de Samba de Enredo do Carnaval de Porto Alegre estabeleceu um marco no que se refere a essa nova forma de fazer carnaval. Hoje a competição esta muito mais acirrada. As escolas têm que se preparar com antecedência, procurando o melhor nas suas potencialidades, pois cada detalhe tem um valor enorme no desenvolvimento de um todo. Fazendo essas observações, eu procuro apontar situações que podem ser resolvidas com tranqüilidade, pois é assim que o carnaval de Porto Alegre vem crescendo, acertando, consertando os equívocos, e melhorando cada vez mais o que esta no caminho certo. Desejo um bom carnaval a todos, e que façam de suas escolas as melhores.
.
JÚLIO FERREIRA
Veja as demais fotos da mostra no profile da Udesca:

4 comentários:

Ju do Carnaval disse...

Restinga na sexta-feira e Imperatriz no sábado, foram as melhores na minha opinião. Conhecidencia ou não, são as escolas da presidente e vice da Udesca.

Anônimo disse...

Eu gostei muito da mostra, assisti os dois dias e fiquei encantada. No sábado todas as escolas foram bem, já na sxesta só a Restinga foi bem, não que o Imperador tenha sido ruim, mas não foi aquilo que pode ser eu esperava bem mais do imperador.

giordana disse...

Parabens Julinho,achei teu comentario bastante isento e respeitoso,meu leão ta melhorando,vai chegar na avenida com toda garra,isso demanda trabalho,vinicius não te abate com as criticas,baixa a cabeça e continua trabalhando,Chula tu ta conseguindo mudar a Priscila que dançava torta pra um lado,isso acabou ela ta graciosa agora.

roberto silva disse...

Kizzy estavas DIVINA com meu bruxo Marcio.